Login

Características gerais de peças de madeira usadas em estruturas

Uma pesquisa junto às principais madeireiras no estado de São Paulo revelou que existem algumas espécies de madeira mais fáceis de serem encontradas “a pronta entrega”. Logicamente que esta situação é bastante mutável dependendo da época, uma vez que os fornecedores são diversificados, assim como, a fonte (região)  de  procedência  da  madeira.

O  mercado  faz  suas  próprias  regras, predominantemente  em  função  dos  custos.


madeiras-usadas-em-estruturas-construcao-civil

Quando  foi  feita  a  pesquisa  às madeireiras, haviam disponíveis as seguintes espécies: peroba rosa, ipê, jatobá, sucupira, maçaranduba, garapa, angico, maracatiara, cedril, cumaru, cumestão, cupiúba, e outras não muito convencionais. Para estas espécies de madeira serrada existem algumas bitolas comerciais, comuns de serem encontradas prontas no mercado. São elas:

  • Vigotas: 6 x 12;
  • Sarrafos: 2.5 x 5, 6 x 16, 2.5 x 10;
  • Pranchas: 8 x 20, 2.5 x 15;
  • Caibros : 5 x 6;
  • Tábuas: 2.5 x 20, 6 x 6, 2.5 x 25;
  • Ripas : 1.5 x 5, 2.5 x 30,1.2 x 5;
  • Pontaletes: 8 x 8.

São também encontrados postes de eucalipto com seção transversal circular com diversos diâmetros. Os diâmetros destes postes podem variar entre 15 cm a 28 cm. Quando se trabalha com madeira roliça a norma brasileira permite que se faça um cálculo simplificado. Em outras palavras NBR 7190/97 permite que peças com seção transversal circular variável seja considerada como uniforme, tomando-se um diâmetro correspondente àquele existente na seção localizada a 1/3 da extremidade de menor diâmetro.

Talvez você se interesse por:  Placas de MDF - Médium Density Fiberboard

São também encontrados postes de eucalipto com seção transversal circular com diversos diâmetros. Os diâmetros destes postes podem variar entre 15 cm a 28 cm.

Características gerais de peças de madeira usadas em estruturas
5 (100%) 2 votes

Envie este artigo para seus amigos!

Add Comment