Como rejuntar pisos e paredes cerâmicas

Existe uma diferença essencial entre o que é Junta e o que é Rejunte. Junta, é uma divisão da camada de revestimento. Rejunte, por outro lado, ou Rejuntamento, é o material com o qual preenchemos os espaços das juntas. Nós vamos considerar aqui a execução do rejunte de assentamento, que diz respeito às juntas de assentamento, entre os componentes cerâmicos, ou seja, vamos ver como rejuntar pisos e paredes cerâmicas.


O Rejunte de Assentamento

Recomenda-se iniciar os serviços de rejunte depois de 72 horas após o assentamento das peças, para permitir a acomodação das placas cerâmicas durante a secagem da argamassa. Se não obedecermos esse prazo, podem aparecer depois fissuras e gretas no rejunte.

Por outro lado, esse prazo de 72 horas não pode se alongar muito, pois então resíduos e sujeiras irão se acumular nas juntas abertas e isto irá prejudicar a aderência do rejuntamento. Um outro motivo para não estender muito esse prazo é que podem ocorrer acidentes ou choques nas peças, e estas não estão ainda “travadas” pelo rejunte, podendo se soltar ou quebrar.

Em fachadas extensas às vezes é difícil fazer o rejunte num prazo muito próximo destas 72 horas, devido às dificuldades de deslocamento do Ladrilheiro, através dos andaimes. Assim, é melhor terminarmos todo o serviço de assentamento das peças primeiro, para só então iniciarmos o serviço de rejunte. Nestes casos, antes de fazermos o rejunte, precisamos despender o máximo de cuidado durante a limpeza prévia da superfície.

Antes de iniciar o preparo da massa de rejunte, o Ladrilheiro deve verificar se todas as peças cerâmicas do painel a ser rejuntado estão bem aderidas. Para efetuar esta verificação damos leves pancadas com os dedos sobre as superfícies das cerâmicas. Se algum deles emitir um som cavo, ou seja, um barulho oco, a peça deve ser removida, a camada colante que estava por baixo dela deve ser raspada, ou retirada com a talhadeira, e devemos aplicar ali, naquela região da camada de regularização, uma nova camada de fixação, para então ser a peça cerâmica assentada novamente. Note que esta peça reassentada já não apresentará a qualidade exigida em geral para o assentamento, pois nestas condições é difícil espalhar e dentear a argamassa colante, e também é impossível realizar o movimento de vai-e-vem com a peça. Por isso é sempre necessário trabalhar com o máximo de precaução durante todas as etapas anteriores, a fim de evitarmos situações deste tipo.

Saiba mais  Emboço de Paredes: Preparação e Execução

A Limpeza das Juntas de Assentamento

Antes de preparar o rejunte de assentamento precisamos limpar as juntas que serão preenchidas com ele. Esta limpeza pode ser feita com uma escova ou uma vassoura de piaçava. Assim eliminamos todos os resíduos, como poeiras e restos de argamassa solta, que possam prejudicar a aderência do material a ser aplicado. Nas fachadas, ou paredes externas, quando assentamos primeiro as peças cerâmicas ao longo de uma área extensa, para só depois aplicar o rejunte de uma vez só, é melhor que esta limpeza seja feita com água.

Quando usamos o rejunte industrializado, que é o mais recomendado, nós não precisamos molhar as juntas, antes de aplicar o rejunte. Mas quando nós usamos outros tipos de argamassas de rejunte, como aquelas fabricadas na própria obra, às vezes, como por exemplo no caso em que o clima esteja muito quente e seco, é conveniente que se molhe as juntas, antes de aplicar ali o rejunte.

Se a peça cerâmica possui uma superfície porosa, recomenda-se a aplicação de uma camada de cera incolor sobre a mesma, antes da aplicação do rejunte, a fim de que a peça porosa não absorva o material do rejunte e não se manche. Isto é especialmente indicado quando o rejunte é colorido.

A Mistura e a Aplicação do Rejunte

As instruções se referem à aplicação do rejunte industrializado, ou rejunte pronto.

Para misturar a argamassa de rejunte nós usamos um recipiente metálico ou plástico limpo, obedecendo às recomendações do fabricante quanto à quantidade de água. Misturamos a massa até obtermos uma mistura homogênea. Depois do amassamento deixamos a argamassa em repouso por cerca de 15 minutos, e em seguida, como devemos ter feito com a argamassa colante, misturamos novamente a argamassa, antes de começarmos a aplicá-la.

Saiba mais  Profissão do Pedreiro: Noções Básicas

Aplicamos a argamassa por entre as juntas, espalhando-a com uma desempenadeira ou um rodo de borracha, com movimentos alternados semelhantes aos de um limpador de pára-brisas, de modo que o rejunte penetre nas juntas uniformemente.

Como rejuntar pisos e paredes
Pode-se então, depois do espalhamento feito, frisar estas juntas com madeira ou um ferro redondo recurvado, segundo as especificações do projeto. O frisamento aumenta a resistência do rejunte e melhora sua estanqueidade, ou seja, melhora a resistência à penetração de água.

Para o caso dos rejuntes industriais que contêm resinas, que são os rejuntes flexíveis, a limpeza final da superfície deve ser feita dentro de 10 a 15 minutos após a aplicação do rejunte. Se demorarmos mais tempo do que isso para efetuar a limpeza, estas resinas irão aderir à superfície das peças, e então será difícil removê-las. Se a argamassa de rejunte não contém estas resinas, a limpeza pode ser feita mais tarde. Pastas de cimento podem ser limpas até o dia seguinte.

Esta limpeza costuma ser feita escovando-se o pó depositado e em seguida passando-se um pano úmido sobre as peças.

Add Comment