Login

Marceneiro: equipamentos e ferramentas para marcenaria

O ser humano evoluiu e saiu do estado primitivo pela sua capacidade de produzir ferramentas ou utensílios. Alguns pensadores chegam a afirmar que o homem se diferencia dos outros animais, precisamente, por essa aptidão para criar instrumentos que lhe permite melhorar suas condições de segurança e conforto. Continuando nossa série que aborda a profissão do marceneiro, veremos as ferramentas usadas para marcenaria.

Muito provavelmente, a primeira ferramenta que apareceu na terra foi feita de madeira. Misto de arma, bordão e escavador, não passavam de um bastão ou pedaço de pau. O aparecimento do machado de pedra permitirá que a madeira seja trabalhada e que apareçam outras, cada vez mais complexas. Pela simples adição de um cabo de madeira, a mão do usuário fica protegida e se potencializa o efeito do golpe e, portanto, a eficácia do instrumento. Quando o homem aprendeu a trabalhar com os metais, foi capaz de fabricar a faca, da qual se deriva uma série de outros utensílios. Serrotes, formões, goivas, plainas, etc., de uma maneira ou de outra, tiveram sua origem na faca.

As ferramentas para marcenaria destinam-se, praticamente todas, ao trabalho com madeira e, de acordo com seu uso, podemos separá-las em alguns grupos:

  • De corte: serras e serrotes diversos. São lâminas dentadas, com diferentes formatos e tipos de cabo que seccionam as fibras da madeira permitindo o corte da peça.
  • De desbaste: plainas que, mediante o uso de uma lâmina afiada, retiram camadas superficiais da madeira.
  • De furação: brocas, furadeiras, bedames, cuja função é fazer aberturas na madeira.
  • De percussão: martelos de metal, de borracha, de nylon, maços de madeira ou metal, etc., que se destinam a bater em pregos, no cabo de outras ferramentas, em superfícies ou auxiliar nos encaixes. O martelo é praticamente indispensável no uso de algumas ferramentas como formões e goivas.
  • De entalhe: formões, bedames e goivas, cuja função é a de abrir cortes na madeira para fazer encaixes ou modificar sua superfície.
  • Ferramentas auxiliares: Bancada, grampos, sargentos, prensas, esquadros, marcadores e outras tantas que criam condições para que as ferramentas principais possam ser utilizadas.
Talvez você se interesse por:  Características gerais de peças de madeira usadas em estruturas

São ferramentas, também, diversos objetos que servem para limpar, polir, aplicar produtos, como palha de aço, lixa, pincéis, trinchas, espátulas, seringas, lápis.

Equipamentos e máquinas visam, de maneira geral, a executar com maior facilidade e exatidão aquilo que antes era executado manualmente.

Assim uma desempenadeira, em uma passagem da peça de madeira, fará, em segundos um trabalho que levaria horas, se feito com plaina.

Uma serra mecânica fará, em segundos, um corte que levaria vários minutos ou até horas, se executado com serrote. Uma furadeira elétrica permitirá perfurar com precisão todo tipo de madeiras, inclusive as mais duras.

Há também máquinas decorrentes das necessidades de produção industrial que pouco tem a ver com os métodos artesanais, como prensas, máquinas de dobrar chapas e outras semelhantes.

Ferramentas e equipamentos são os meios de concretizar nossos planos de sua escolha e, da sua utilização adequada, dependerá o êxito de qualquer projeto de marcenaria.

Imagens de equipamentos e ferramentas para marcenaria

Ferramentas para marcenaria

ferramentas-marcenaria-2

ferramentas-marcenaria-3

ferramentas-marcenaria-4

Ferramentas para marcenaria

ferramentas-trabalho-marcenaria

serrotes-marcenaria

tabua-espera-marceneiro

grampo-marcenaria

pedra-amolar-marceneiro

prensa-para-laminados

serra-circular-tupia

serra-de-fita-marcenaria

serra-tico-tico-industrial

multibancada-marcenaria

multibancada-detalhes-marcenaria

serra-tico-tico-manual

lixadeira-portatil

Marceneiro: equipamentos e ferramentas para marcenaria

Envie este artigo para seus amigos!

Um Comentário

  1. Paulo 2 de maio de 2017

Add Comment