Insetos [BROCAS E CUPINS] que atacam e apodrecem a madeira

No ambiente terrestre, os insetos (brocas e cupins), fungos e bactérias são os principais organismos que destroem a madeira.


Insetos

Os cupins e as brocas são os mais importantes insetos que atacam a madeira.

  1. Cupins: São insetos sociais, ou seja, vivem em colônias. Existem inúmeros tipos de cupins, mas os que atacam a madeira podem ser divididos em dois grupos:
    1. Cupim de madeira: Geralmente apresentam colônia pequena, com algumas centenas de indivíduos. A colônia se localiza no interior da peça de madeira que está sendo atacada.
    2. Cupim de solo: Possui colônia composta por milhares de indivíduos e localiza-se no solo, de onde partem para atacar a madeira. A presença deste tipo de cupim é denunciada pela presença de túneis de terra sobre as paredes, madeiras, etc.
  2. Brocas de madeira: São pequenos besouros que infestam a madeira, nela produzindo galerias e orifícios. Alguns tipos desses insetos infestam a madeira de árvores recém abatidas e outros atacam a madeira seca.

Ciclo de vida e sociedade hierárquica dos cupins

Ciclo de vida dos cupins

ciclo-de-vida-dos-cupins

Rainha e Rei

Os mais importantes da Colônia. Possuem função de acasalamento e postura de ovos.

Ovos

Cuidados pelos operários, são produzidos aos milhares pela rainha, todo ano.

Ninfas

Após eclosão dos ovos são alimentadas por substância regurgitada pelos operários.

Passam por uma série de etapas de crescimento antes de pertencerem a uma das castas mostradas a seguir

Saiba mais  Placas de MDF - Médium Density Fiberboard

 

Operários

São estéreis e cegos. Buscam material celulóstico e alimentam toda a colônia. Alguns cuidam da rainha, ovos, soldados e ninfas.

Reprodutores de Substituição

Substituem a rainha e o rei em caso de morte.

Soldados

Apresentam,em sua fase final, fortes mandíbulas e uma cabeça grande.

São geneticamente programados para proteger a colônia contra o ataque de inimigos externos, como as formigas.

Reprodutores

São os siriris e possuem órgãos sexuais desenvolvidos, asas e
olhos funcionais. Em certas condições ambientais, promovem a revoada, formando novas colônias e aumentando a infestação.

ciclo-vida-cupins

 

ciclo-de-vida-cupins

Colonização

O casal recém formado encontra um local apropriado para formar sua própria colônia com o rei e a rainha. O ciclo de vida dos cupins se
repete quando a rainha começa a postura de ovos que se tornarão ninfas, soldados, operários e reprodutores.

Casais

Apos o curto voo, os siriris arrancam as próprias asas e formam casais

Revoada

Ocorre quando os siriris (reprodutores com asas) deixam a colônia. Operários os ajudam a percorrer os túneis até a saída. Não conseguem voar grandes distâncias e caem rapidamente no solo.

 Como identificar (diferenciar) uma formiga de um cupim? Diferenças entre formigas e cupinsDiferença entre formigas e cupins

Fungos, bactérias e moluscos que atacam madeiras

Além das brocas e cupins que atacam a madeira e são os que mais causam estragos, também existem alguns organismos que atacam a madeira fazendo com que ele apodreça.

São eles:

Fungos

Há centenas de fungos que atacam a madeira que, de acordo com o tipo de ataque, podem ser agrupados em fungos emboloradores, fungos manchadores e fungos apodrecedores.

Saiba mais  Madeira e umidade. Métodos para secagem da madeira

Os fungos emboloradores (bolor) não causam apodrecimento da madeira pois se alimentam de substância depositadas no interior das células da madeira. São comuns em madeiras umedecidas e geralmente desaparecem quando se seca a madeira ou raspa-se sua superfície.

Os fungos manchadores também alimentam-se como os emboloradores, porém, a diferença entre eles é que, no caso dos manchadores, após a raspagem da madeira ela permanece manchada.

Os fungos apodrecedores causam amolecimento e descoloração da madeira.

Bactérias

As bactérias também podem causar o apodrecimento quando a madeira se encontra com umidade muito elevada, o que inibe o desenvolvimento de fungos.

Moluscos

Os moluscos atacam a madeira em contato com o mar, desenvolvendo-se no interior da madeira e são dificilmente perceptíveis na superfície, exceto aqueles que atacam a superfície, escavando-a.

Add Comment