O que é o Revestimento Cerâmico

O revestimento cerâmico é composto por uma camada de regularização (chamada base), uma camada de fixação, uma camada de acabamento (formada pelas placas cerâmicas) e as juntas. Este conjunto é executado sobre uma parede de alvenaria ou concreto (chamado substrato), como pode ser visto na figura a seguir (EPUSP).


Composição do revestimento cerâmico

No caso do revestimento de pisos, a camada de regularização é chamada de contrapiso, e o substrato é uma laje de concreto ou um
lastro de concreto executado sobre o solo, quando o pavimento é térreo.

Revestimento cerâmico

Revestimento cerâmico

A Camada de Regularização, ou base: é executada sobre o substrato (parede de alvenaria/concreto ou laje/lastro) e tem como função tornar a superfície regular, ou seja, aprumada e nivelada.

Outra função importante da base é servir de “amortecedor” entre as diferenças de movimentação entre o substrato e o revestimento cerâmico.

Os edifícios se movimentam e uma das causas disso é a variação de temperatura (dilatam ou “espicham” quando está calor e contraem ou “encurtam”, quando faz frio). As ações e esforços também causam movimentações. Pois bem, no caso do revestimento cerâmico, as placas (cerâmicas) e o substrato (alvenaria e concreto), por serem de materiais e espessuras diferentes, se movimentam de forma diferente entre si. Como a base fica entre as duas, ela absorve, ou seja, aguenta os esforços decorrentes dessa diferença, mantendo a integridade do conjunto. Caso assentássemos a cerâmica diretamente no substrato, ela poderia se soltar com o tempo.

A camada de regularização compõe-se de chapisco e emboço, que é uma atribuição do pedreiro, como já foi visto. Portanto, o ladrilheiro vai entrar após o pedreiro ter terminado este trabalho, e é somente sobre o trabalho do ladrilheiro que falaremos aqui.

Saiba mais  Ladrilheiro: Área de Atuação do Ladrilheiro

Camada de fixação: é composta de uma argamassa que tem a função de fixar a placa cerâmica sobre a base. Pode ser feita com argamassas convencionais (feitas na obra, como já foi visto nas atividades básicas) ou pode ser feita com argamassas colantes, que hoje em dia é a forma recomendada e mais utilizada. Falaremos mais sobre ela daqui a pouco.

Camada de acabamento com placas cerâmicas: têm a função de impermeabilizar e proteger as vedações das ações internas e externas, como por exemplo: paredes de banheiros que recebem umidade, de cozinhas que recebem gordura, paredes de fachadas de prédios, que recebem sol, chuva, etc. Os revestimentos cerâmicos têm como principais vantagens a impermeabilidade e a facilidade de manutenção e limpeza, a elevada resistência superficial, e a durabilidade, conservando a sua aparência mesmo em duras condições de exposição. Apresentam-se também em grande diversidade de cores e desenhos, contribuindo para valorizar esteticamente os edifícios, isto é, torná-los mais bonitos, com uma aparência mais vistosa, agradável de se ver.

Estética é uma palavra derivada do grego aisthesys, que pode ser traduzido como Sensibilidade. A aisthesys, para os gregos, era a capacidade de perceber tudo aquilo que fosse, ao mesmo tempo, Bom, Belo e Verdadeiro, pois para os gregos essas três coisas eram inseparáveis. A partir do Século 18, na Alemanha, a palavra estética passou a significar uma Teoria do Gosto, ou seja, uma teoria sobre as coisas belas que somos capazes de perceber na Natureza e nos objetos feitos pelos homens. Depois disso o sentido da palavra foi se restringindo mais ainda, até significar apenas uma Teoria da Arte, ou seja, uma teoria sobre os objetos belos feitos pelos homens. A partir do Século 20 verificamos um forte movimento cultural no Ocidente, no sentido de se resgatar o antigo significado grego desta palavra.

Juntas: as juntas são divisões do edifício e da camada do revestimento. Existem três tipos de juntas: a junta estrutural, a junta de controle e a junta de assentamento.

Saiba mais  Tempo de uso hábil da argamassa colante

As juntas estruturais e de controle são feitas respectivamente na estrutura e na base. Na execução do revestimento cerâmico, essas juntas devem ser mantidas, isto é, devem ser executadas e preenchidas com material apropriado.

A junta de assentamento é específica do revestimento cerâmico, e é o espaço que é deixado entre as placas cerâmicas, normalmente de alguns milímetros. As juntas de assentamento são necessárias para:

  • acomodar as variações de dimensões entre as placas cerâmicas e permitir o alinhamento entre juntas verticais e horizontais;
  • acomodar a movimentação entre as placas cerâmicas e entre estas e a base;
  • permitir desenhos que valorizem esteticamente o revestimento, tornando-o mais bonito e agradável de se ver. As juntas de assentamento ajudam a compor o desenho do revestimento cerâmico.

Add Comment