Login

Partes da árvore, aspectos e características técnicas

Uma árvore comercializável é uma planta que atingiu, pelo menos, a altura de 6 metros e que tenha, geralmente, um único caule ou tronco.

Partes da árvore (componentes)

  • Copa: parte da árvore onde se encontram os ramos, folhas, flores e frutos.
  • Tronco, caule ou fuste: parte da árvore de maior interesse sob o ponto de vista comercial e para estudo anatômico, de onde se obtém a madeira. Tem a função de sustentação da copa e condução da seiva (nutriente, produzido pela própria planta).
  • Sistema radicular: sistema de raízes que absorvem água e sais minerais e que sustentam e apoiam o vegetal ao solo.

O tronco de uma árvore, quando observado em corte transversal apresenta, do centro para a periferia, as seguintes regiões: medula, cerne, alburno e casca.


  • Medula: tecido primário, parenquimático, contínuo, localizado na região central do tronco.
  • Cerne: camadas celulares interiores do alburno, formadas pela perda de atividade fisiológica das mesmas.

A transformação de alburno em cerne é acompanhada pela formação de várias substâncias orgânicas. As transformações desses compostos químicos no lenho são marcadas, geralmente, por um escurecimento do tecido, resultando numa coloração que contrasta com a cor clara do alburno. A cor escura, no entanto, não necessariamente indica a existência do cerne, uma vez que, em muitas espécies não se nota diferença de coloração. Essas madeiras são denominadas “madeiras de alburno”. O cerne de algumas dessas madeiras pode apresentar resistência natural a fungos apodrecedores e a insetos xilófagos (insetos que se nutrem de madeiras, cupins).

Talvez você se interesse por:  O trabalho do marceneiro e a legislação ambiental brasileira

A riqueza de matérias nutritivas armazenadas no alburno torna essa região muito procurada por insetos e fungos que a deterioram com relativa facilidade, principalmente quando as condições ambientais são favoráveis para esses agentes destruidores.

  • Casca: elemento vegetal cuja principal função é proteger as camadas interiores da árvore. A casca é formada de uma camada fina, fisiologicamente ativa e de cor clara e uma camada externa, inerte, geralmente escura.

A casca apresenta grande variação de espessura e aspectos, de acordo com a espécie. Pode ser muito fina ou muito grossa, de aspecto liso, rugoso, fissurado, etc. A casca de algumas espécies pode ser industrializada devido a produção de cortiça, tanino, extrativos, corantes, fibras, medicamentos, etc.

Partes da árvore

Partes da árvore, aspectos e características técnicas
5 (100%) 1 vote[s]

Envie este artigo para seus amigos!

Um Comentário

  1. João Henrique 19 de setembro de 2018

Add Comment