Login

Como ser um bom profissional, abordagem completa

Além de saber fazer bem o serviço, temos de aprender a nos comportar no local de trabalho. É lá que passaremos a maior parte do dia, convivendo com todo tipo de pessoa.

A aparência pessoal, o comportamento e a postura profissional são importantes no mundo do trabalho. Saber se comunicar e se relacionar educadamente também são princípios básicos em qualquer profissão. Sem falar no comportamento ético, que é tão importante quanto o conhecimento das próprias técnicas de trabalho. Tudo isso você verá agora!


Cuide da imagem pessoal

Marketing_Pessoal

“A primeira impressão é a que fica.”

Quantas vezes já ouvimos esta frase?

Podemos não concordar com ela, mas vamos refletir…

Quando vemos uma pessoa pela primeira vez, o que nos chama a atenção? As respostas para esta pergunta sempre indicam a aparência, a apresentação pessoal.

Portanto, a recomendação é muito simples: temos de cuidar da nossa aparência. Não se trata de usar roupas de marcas e caras. O essencial é cuidar da higiene pessoal.

Moramos num país tropical e suar é normal, só não podemos descuidar do corpo. Atividades simples como banhos e cuidados com os dentes e a boca nos ajudam a ficar saudáveis.

Cabelos precisam estar sempre limpos e presos, se forem longos. Unhas das mãos e dos pés, limpas e aparadas. Para os homens, barba e bigode aparados e limpos. Para as mulheres, maquiagem leve. Para todos, acessórios como brincos, cordões, pulseiras, anéis e piercing devem ser discretos. E nada de perfumes muito fortes.

Além desses pequenos cuidados, não podemos esquecer que ninguém tem uma boa aparência se estiver doente. Sendo assim, devemos fazer visitas regulares ao médico e também ao dentista para verificarmos nossas condições de saúde.

Mantenha sua postura corporal e seu comportamento profissional

Além da aparência, é importante cuidar da postura corporal e do comportamento profissional.

Postura corporal – Para não prejudicar a saúde, o ideal é manter a postura correta durante a execução das atividades, especialmente as repetitivas, que exigem mais dos músculos e da coluna vertebral.

Por exemplo, a faxineira realiza atividades repetitivas; o porteiro fica sentado por muito tempo, e a cozinheira, ao contrário, fica de pé horas a fio. Por isso todos devem ficar atentos aos movimentos do corpo.

Você se preocupa com a sua postura corporal?

Nosso corpo é a nossa principal ferramenta de trabalho e nunca pensamos muito nele, só quando a dor ou o mal-estar já estão incomodando. Ao executar qualquer atividade, devemos ter certos cuidados com a postura para evitar danos à saúde. Não se esqueça de que prevenir é melhor do que remediar!

Comportamento profissional

Essa questão é delicada. A maneira de pensar e agir mostra como você considera o seu trabalho e como respeita as pessoas com quem convive. Ser educado é sempre positivo em qualquer situação e, muitas vezes, precisamos nos adaptar a outra realidade, que não é a nossa. Por exemplo: talvez não se possa fumar enquanto se trabalha; pode ser que se precise cozinhar dieta em vez de fazer aqueles pratos bem temperados; talvez não se possa ouvir o rádio na altura a que se está habituado. Enfim, há tantas orientações, que um livro inteiro não seria suficiente para listá-las. A verdade é que todos nós precisamos nos adaptar a cada nova situação e a cada novo lugar em que vamos trabalhar. Mas não se esqueça: ser educado é fundamental!

Talvez você se interesse por:  Série serviços domésticos: introdução e dicas

Comunique-se

Em casa, na rua, no trabalho, nas festas, em qualquer lugar ou situação nós nos comunicamos. A comunicação acontece quando conversamos, quando lemos um bilhete, quando anotamos um recado e até quando fazemos gestos com os braços e a cabeça.

Para que haja comunicação, é preciso ter alguém que transmita e um outro que receba e compreenda a mensagem. Isto é comunicação!

Existem pessoas que falam com muita habilidade, são desembaraçadas e não têm vergonha de expor suas idéias. Já outras são mais caladas ou mais tímidas e preferem falar pouco. Isso faz parte da personalidade de cada um. No entanto, é bom saber que a fala é um dos recursos por meio do qual estabelecemos um clima de confiança com os outros. E no trabalho isso é fundamental.

Para os mais extrovertidos, a dica é não ser inconveniente, ou seja, não falar demais, não se meter onde não é chamado. Para os mais tímidos, a dica é relaxar um pouco e falar sem medo, pois mostrando sua opinião vai conquistar a confiança das pessoas com quem trabalha.

Dicas para falar melhor

  1. Seja educado. Cumprimente ao chegar e se despeça ao sair.
  2. Fale pausadamente e olhando para a pessoa.
  3. Não fale alto.
  4. Evite uso de gírias.
  5. Use sempre certa formalidade. Trate o outro como “senhor” ou “senhora”.
  6. Evite parecer muito íntimo. A pessoa pode pensar que você quer invadir a vida dela.
  7. Vá direto ao assunto para não tomar muito o tempo do outro.
  8. Nunca use palavras obscenas (“sujas”), grosseiras ou palavrões.
  9. Dê sua opinião educadamente, quando solicitada. Sua fala é importante para que o outro entenda seu ponto de vista.
  10. O bom humor é fundamental. É difícil trabalhar ao lado de uma pessoa carrancuda.
Talvez você se interesse por:  Série serviços domésticos: introdução e dicas

Para se comunicar é preciso saber falar com clareza, mas também estar atento para ouvir.

Para ouvir bem, basta prestar atenção e se concentrar na conversa. Isso significa também ficar atento ao trabalho e respeitar quem está falando com você.

Dicas para ouvir melhor

  1. Concentrar-se em quem está falando e não desviar a atenção para outros assuntos.
  2. Não interromper o falante até que ele acabe de falar.
  3. Não antecipar o que o outro vai dizer.
  4. Deixar a pessoa que fala perceber que você está verdadeiramente interessado.
  5. Se houver alguma dúvida em relação ao que foi dito, pergunte de imediato.

Uma orientação mal-entendida pode causar problemas. Em caso de dúvida, o melhor é perguntar quantas vezes for necessário para tudo ficar esclarecido. Outro recurso muito bom é anotar as orientações.

Cultive bons relacionamentos

Convivemos todos os dias com os mais variados tipos de pessoas. Algumas são sorridentes, outras exigentes, umas mal-humoradas, outras desligadas… Saber lidar com cada uma delas pode parecer difícil, mas não é impossível. Aliás, saber conviver com todo tipo de gente é fundamental para o bom andamento do trabalho.

Para manter um ambiente agradável, nada melhor do que ser educado. A maneira como você se relaciona com as pessoas faz com que seu trabalho seja mais ou menos apreciado. Não adianta ser um ótimo profissional, fazer todas as tarefas corretamente, se você trata os outros com desrespeito, se está sempre de mau humor, com o tom de voz agressivo, se ataca para se defender e se pensa que é o tal.

Não esqueça também que em algumas ocupações, como é o caso do porteiro, o trabalho é feito em equipe. E para que tudo corra bem, é preciso que cada um esteja disposto a cooperar, a ouvir opiniões e a receber críticas. Tanto no trabalho em equipe quanto nas atividades individuais, todos devem estar dispostos a ajudar e a receber ajuda, a aprender e a ensinar. E para isso é preciso se comunicar.

Dicas para garantir bons relacionamentos

  • Respeite as pessoas e suas diferenças.
  • Seja educado. Lembre-se: cumprimente ao chegar e se despeça ao sair.
  • Demonstre segurança quando responder a perguntas, evitando desconfiança sobre o seu trabalho.
  • Cuide para que o seu tom de voz e suas expressões não sejam desrespeitosos com o outro.
  • Seja gentil e ajude sempre que possível.
  • Respeite a dificuldade do outro. Se ele não sabe, ensine.
  • Elogie somente quando for sincero.
  • Controle o mau humor. Ninguém tem culpa de seus problemas pessoais. É sempre bom se lembrar do lema: “Não leve problemas de casa para o trabalho e nem do trabalho para casa.”
  • Não seja esnobe, falando de suas habilidades. Simplesmente demonstre-as no ambiente de trabalho.
  • Colabore ao trabalhar em equipe. Habilidades diferentes se unem e um ajuda o outro.
Talvez você se interesse por:  Série serviços domésticos: introdução e dicas

Tenha um comportamento ético

Ética é a parte da filosofia que estuda a conduta, os valores, o que é certo e o que é errado. Mas o fato de ser uma parte da filosofia não quer dizer que esteja distante do nosso dia-a-dia.

Quando falamos de ética estamos falando de comportamento humano e das regras de convivência na sociedade, na família e no trabalho.

Ética refere-se à conduta humana do ponto de vista do bem e do mal.
Esta palavra, que vem da Grécia, também está ligada à capacidade interna que o indivíduo tem de reagir ao certo
e ao errado de acordo com a sua cultura.

A todo momento, estamos diante de questões éticas. Por exemplo, o açougueiro é antiético quando embrulha uma carne diferente da que você escolheu e pagou. O porteiro é antiético quando abre uma correspondência de um morador do prédio.

A faxineira é antiética quando presta atenção na conversa telefônica dos outros e ainda passa adiante. O empregador é antiético quando desconta o imposto para a Previdência Social, do salário do trabalhador, e não repassa ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Também é antiético aquele que quer tirar vantagens pessoais por estar numa posição de poder.

Não têm ética nenhuma os que descontam sua raiva ou seu descontentamento destruindo o que é dos outros.

O profissional com boa conduta ética cultiva qualidades como a honestidade, a disciplina, a seriedade, o respeito às regras, normas e ao local de trabalho. Este é um aspecto especialmente importante para a prestação de serviços. É importantíssimo pensarmos sempre antes de tomar uma atitude.

Uma boa referência é se colocar no lugar do outro. Pergunte a si mesmo: como eu me sentiria se alguém fosse antiético comigo? Como eu reagiria?

Como ser um bom profissional, abordagem completa
5 (100%) 1 vote[s]

Envie este artigo para seus amigos!

Um Comentário

  1. Gabriel 6 de julho de 2015

Add Comment