Login

Principais problemas de pintura e suas correções

Formação de bolhas

Causas possíveis: acabamento aplicado sem limpeza da superfície ou com superfície oleosa; falta de lixamento; falta de cura do revestimento da base; existência de umidade na superfície.

Correções: remover a camada que apresenta as bolhas; aguardar a cura do revestimento, se for o caso; eliminar as causas de umidade; fazer a
limpeza adequada da superfície; fazer o lixamento e limpeza do pó e reaplicar o acabamento.


Descascamento

Causas possíveis: superfície mal preparada, com presença de gorduras ou material solto; umidade na superfície; superfície aquecida; reações entre a tinta e a superfície.

pintura-de-paredes
Correções: remover a camada de pintura; melhorar a limpeza, removendo os contaminantes da superfície; fazer a correção da superfície se houver material solto ou desagregado; eliminar causas de aquecimento da superfície, se for o caso, ou usar tintas especiais para superfícies aquecidas.

Enrugamento

Causas possíveis: secagem superficial muito rápida, camada de tinta muito espessa.

Correções: usar solvente menos volátil, diminuir espessuras das camadas.

Baixa resistência à lavabilidade

(a tinta se desmancha quando a superfície é lavada ou deixa sinais da lavagem)

Causas possíveis: tinta inadequada para as condições do ambiente ou da lavagem; tinta não curada.

Correções: deixar a pintura curar por pelo menos 30 dias; procurar usar tinta com pigmentos ou resinas mais resistentes.

Marcas de pincel

Causas possíveis: solvente de evaporação muito rápida; pincel de cerdas muito duras; técnica errada de aplicação da pintura.

Talvez você se interesse por:  Patologia da Construção Civil: Principais Causas

Correções: usar solvente de evaporação mais lenta; utilizar pincel mais macio; corrigir a técnica de aplicação da pintura.

Formação de mofo

Causas possíveis: umidade elevada no ambiente; umidade na superfície.

Correções: fazer a limpeza com cloro ou água sanitária, diluída na proporção indicada pelo fabricante. Em seguida limpar bem a superfície para remover todos os resíduos de cloro e deixar secar. Fazer o lixamento, limpeza do pó e reaplicar a pintura de acabamento. Se o ambiente for
muito úmido e propenso a mofo utilizar tinta látex acrílica anti-mofo; procurar também aumentar a ventilação do ambiente. Verificar se há focos de umidade e eliminá-los.

Cobertura insuficiente, isto é, a película ficou muito fina

Causas possíveis: excesso de diluição da tinta; falta de mistura da tinta na lata (o pigmento por ser mais denso tende a assentar no fundo); superfícies muito absorventes não seladas.

Correções: lixamento e limpeza, com replicação de nova pintura de acabamento, sem diluição e tomando-se o cuidado de misturar bem a
tinta na lata.

Diferença de brilho

Causas possíveis: tinta esmalte fosca ou acetinada sem a devida homogeneização da mistura na lata, mistura de tintas (fosca com acetinada ou com semi-brilhante, por exemplo); falta de aplicação de selador na superfície; aplicação de massa em pontos localizados (para reparos da parede, por exemplo).

Correções: nos dois primeiros casos (problema na tinta) deve-se fazer o lixamento, limpeza do pó e replicação da pintura de acabamento, fazendo-se a mistura da tinta na lata, sem misturá-la com outras. Se houve falta de selador deve-se remover o acabamento, aplicá-lo e repintar. Se a causa for a aplicação de massa em pontos isolados, reaplicar a massa em toda a superfície ou aplicar a tinta de acabamento diluída com solvente somente nos pontos onde há massa (procedimento chamado de “queimar” a massa) e reaplicar o acabamento em toda a superfície, na diluição normal.

Talvez você se interesse por:  Pedreiro reparador. Reparo de edifícios e pequenas obras

Escorrimento

Causas possíveis: excesso de tinta ou de diluição da tinta.

Correções: remover o acabamento, lixar e limpar o pó, reaplicar o acabamento, procurando acertar a diluição da tinta e aplicar camadas mais
finas.

Espuma em madeira

Causas possíveis: umidade na superfície, tinta muito diluída, muita agitação na mistura da tinta.

Correções: certificar-se de que a madeira esteja seca para a pintura, acertar a diluição da tinta e tomar cuidado para fazer a mistura sem agitação excessiva.

Gretamento (“pele de jacaré”)

Causas possíveis: pouca diluição da tinta; secagem superficial muito rápida do solvente; falta de compatibilidade entre o fundo e a tinta; solvente inadequado; camada de tinta muito espessa.

Correções: utilizar solvente apropriado, fundo e tinta apropriados; acertar o solvente e a diluição da tinta, diminuir espessura das camadas.


Envie este artigo para seus amigos!

Add Comment