Cálculo de Tinta por M2 – Rendimento da Tinta

Chegou a hora de aprender a fazer cálculo de tinta por m2 (metro quadrado) e o que fazer para não errar na quantidade de tintas e evitar desperdícios.

Assim que chegar à fase de acabamento da obra, você deve preocupar-se em calcular exatamente a quantidade de tinta necessária para pintar o imóvel, o que ajuda a evitar desperdícios e a economizar dinheiro. Antes de qualquer coisa, coloque na conta os tamanhos das áreas que quer pintar. Banheiros e cozinhas, por exemplo, costumam receber pintura só no teto, já que a maioria tem as paredes azulejadas. Os outros cômodos da casa precisam de pintura nas paredes e nos tetos. E as demãos necessárias para um pintura perfeita também devem entrar no cálculo.
Cálculo de tinta por m2

Cálculo de tinta por m2

Matemática

A fórmula para o cálculo de tinta por metro quadrado é simples. Multiplique a altura de cada parede pelo seu comprimento e depois some todas as paredes. Se for pintar portas e janelas, acrescente as metragens desses itens na conta. Se não for, lembre-se de subtraí-los do cálculo.

Por exemplo:

Você pretende pintar as paredes de uma casa que possui 100 m2 de área construída e é composta por dois quartos, sala de estar, sala de jantar, cozinha, área de serviço, banheiro, área de lazer e garagem. Retire dessa lista as metragens correspondentes aos espaços azulejados (cozinha, banheiro e área de serviço) e as áreas externas (área de lazer e garagem), deixando para calculá-as depois.

Suponhamos que o total tenha dado 60 m2. Agora divida pela quantidade de cômodos, ou seja, quatro. O resultado você multiplica pela altura da parede, por exemplo, 2,2 m2. Desse resultado, caso não vá pintar também, subtraia as metragens das portas e janelas (por exemplo, 8 m2).

100 m2 – 40 m2 = 60 m2 (Área construída que vai ser pintada).

60 m2:4 = 15 m2 (Área correspondente a cada cômodo).

15 m2 x 2,2 m2 = 3 m2 (Total da altura com a largura da parede).

33 m2 – 8 m2 = 25 m2 (Total final da área a ser pintada).

Área externa

No caso de pintura externa, a fórmula é praticamente igual. Todo o perímetro deve ser praticamente igual. Todo o perímetro deve ser medido e multiplicado pela altura. Para facilitar, você pode medir pela técnica de passos, sou seja, ande em torno da residência. Use a medida de que cada passo equivale a cerca de 1 m2.

Por exemplo:

Você andou em volta da sua casa e contou 80 passos, ou seja, 80 m2. Se for pintar o muro, e a altura dele for de 2,80 m2, então chegamos a 224 m2.

  • 80 Passos = 80 m2;
  • 80 m2 x 2,80 = 224 m2;

Depois de medir a área, vem a hora de calcular a quantidade de tinta. Use como parâmetros o rendimento descrito na embalagem da tinta que vai usar.

Suponhamos que na embalagem de uma lata de 20 litros de tinta acrílica esteja escrito que ela rende 200 m2 por demão. Você vai calcular em cima da área a ser pintada. Então, primeiro, decida quantas demãos vai utilizar. Caso sejam duas, divida a quantidade de rendimento, 200 m2, por dois. A área externa teve um total de 224 m2 para ser pintada. Dessa maneira, divida o total da área a ser pintada pelo resultado do rendimento, 100 m2. O resultado, 2,24, é a quantidade de latas que você vai precisar.

  • 200 m2:2 Demãos = 100 m2;
  • 224 m2:100 m2 = 2,24;
  • 2,24 Latas de tinta.

Demãos

As demãos também são importantes na hora de fazer a conta. Em todas as superfícies são necessárias pelo menos duas demãos para obter um bom resultado. Porém há superfícies em que é necessário até mais demãos, dependendo da cor da tinta que será aplicada.

Entretanto há outros fatores que podem interferir no cálculo de tintas. O de maior importância é o tipo de tinta que vai ser aplicada. Uma lata de tinta simples faz em média 300 metros quadrados por demão. Uma lata de textura faz em média nove metros quadrados, sendo que a textura ainda precisa de uma tinta de funda da mesma cor na parede. Nesse caso, você deve contar a textura e a tinta que também será usada no fundo da parede.

Os fabricantes de tintas também informam nas embalagens quanto rendem seus produtos e como aplicá-los. Por isso, é bom sempre ler as informações técnicas. Outra forma de evitar desperdícios, é utilizar um rolo anti respingos. Sele a superfície com uma seladora e dilua a quantidade certa de água ou solvente na tinta.

Lembre-se:

Para que a área a ser pintada não descasque, fique uniforme e com uma cor bonita, é necessário um bom preparo. Por exemplo, se a parede ou teto já possui uma pintura, é preciso lixar até a superfície ficar fosqueada. Se foi aplicado reboco ou gesso, espere 30 dias para secar. A área também deve estar seca, sem mofo e limpa. Assim, você não corre o risco de gastar mais tinta do que deveria e ainda ficar com uma pintura mal feita.

  • Antonio Durval Scaramussa

    Eu entendi, mas não é bem explicativo.
    Na medida em passos como foi dito “Você andou em volta da sua casa e contou 80 passos, ou seja, 80 m2”. Não são 80 m2 e sim 80 mts. Ou seja, 80 metros linear multiplicado pela altura vai dar em m2.
    Grato pela dica valeu.

  • Moacir

    Enrolou muito. Além do mais não existe lata de 20 litros e sim 18 litros. Facilite as coisas. Se ele souber calcular a área útil de pintura, é só ver o rendimento da tinta escolhida, e ver quanto vai em cada demão.

    • Ana Costa

      Eu li tudo e esperava essa resposta… do rendimento de cada tinta por m².

      Valeu saber que outro procedimento, ainda que muito complicado, possa dá a quantidade de tanta.