Login

Marcenaria: proporções dos móveis nos ambientes

Desde a época do renascimento, Leonardo da Vinci já se preocupava com as proporções do corpo humano, visando que objetos produzidos para o homem fossem confortáveis e adequados a suas medidas.

No Século XX, o arquiteto francês Le Corbusier desenvolveu a idéia de da Vinci com um sistema chamado Modulor que permitiria adequadar as medidas de elementos arquitetônicos e de mobiliário às proporções humanas.


Para o bom resultado do trabalho de marcenaria, cabe prestar atenção a certos tamanhos, que por serem considerados confortáveis, tornaram-se quase padrão: uma mesa de jantar ou de leitura, por exemplo, têm de 70 a
75 cm de altura, uma cadeira entre 42 e 45 cm e um aparador entre 75 e 80cm. A atenção a essas medidas do mobiliário deve ser uma preocupação constante, inclusive para evitar acidentes.

Uma estante de livros, caso seja utilizada por adultos, não deve exceder 2,05 m e se for destinada a crianças e adolescentes, 1,70 m. A finalidade do desenho técnico e dos protótipos é precisamente a de adequar as proporções dos móveis ao uso do ser humano.

Confira algumas imagens com exemplos das proporções dos móveis

Distribuição dos Móveis: Luminária e a mesa a altura máxima deve ser 1,50m. Créditos da imagem: http://ideiasdamary.blogspot.com

Distribuição dos Móveis: Aparador e mesa devem ter 1,25m de distância para melhor circulação. Créditos da imagem: http://ideiasdamary.blogspot.com

Distribuição dos Móveis: Cama e armário de 60 a 70cm. Créditos da imagem: http://ideiasdamary.blogspot.com

Mais algumas medidas para uma boa distribuição dos móveis

Marcenaria: proporções dos móveis nos ambientes
5 (100%) 2 votes

Envie este artigo para seus amigos!

Add Comment